Google Translate

Google Search Brasil Poesias All Web

Google Connect

Google+ Followers

"Quando você ouvir a minha voz... Por favor, entenda..."

quarta-feira, 8 de julho de 2009

As Incultas Produções da Mocidade de Bocage, by Lustato Tenterrara

Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara

 



 
 
Arte Persona Bocage
"Razão, de que me serve o teu socorro? Mandas-me não amar, eu ardo, eu amo; Dizes-me que sossegue, eu peno, eu morro." (Bocage)
Site: http://brasilpoesias.ning.com/group/ArtePersonaBocage
Local: Amor Poesias Messenger Love Passion WWW.LUSTATOTENTERRARA.COM

As Incultas Produções da Mocidade de Bocage
by Lustato Tenterrara

Na abertura de Sonetos, o mais lindo e formoso livro de Bocage, abre-o com o Soneto I, de apresentação, ao qual denominamos Incultas Produções da Mocidade. Bocage faz maravilhas, com um soneto decassílabo ABAB ABAB CDC DCD, onde tudo que há nos versos, de todo o vasto universo, que emana de seu livro Sonetos, Bocage adverte.

E Bocage, com a genialidade que lhe é peculiar, traça linhas poéticas onde num impossível proceder a tudo consegue indicar.

Diz terem sido escritos em sua mocidade e pede sejam lidos, não com louvores, mas com piedade. Piedade suplica, pois, ao leitor, para que perceba o despaupério tão grande e tão distante entre as benesses concedidas pelo Destino - poucas e curtas - e a imensidão de males que se lhe aportam, e duram.

Por fim pondera novamente Bocage que o conteúdo é amargurado e triste. E qualquer alegria em seus versos, acaso encontre o leitor, só poderia ter sido escrito mediante violação de seus pensamentos e dependência de seus sentimentos.

Quando li Incultas Produções da Mocidade, eu já houvera conhecido Bocage e sua eterna luta Razão versus Emoção. Já o admirava. Já o cultuava.

Seus 'EUs' líricos, incorporados em diversos Elmano's, eu já os conhecia.

Já era sabedor de que entrara para a academia literária Nova Arcádia, e que seu comportamento arredio, daqueles que não ficam dizendo mas-mas, ao perceber as falsidades de seus 'amigos' acadêmicos, a politicagem, o viver em desacordo com a pregação, levou Bocage a tudo denunciar, em forma de sátiras.


O Melhor VISUAL do Livro dos Sonetos de Bocage



Acesse esse maravilhoso Livro dos Sonetos

Livro dos Sonetos
http://www.archive.org/stream/olivrodossoneto00bocagoog#page/n8/mode/1up

Belíssimo livro de Bocage

 
Bocage denunciava tudo e a todos. Não demorou muito e seus antigos companheiros iniciaram acusações de que Bocage era herege, crime capital sob o comando da Igreja, que somente não o queimou na fogueira face a comoção pública que já conhecia Bocage, e não haveria como aplicar a punição capital em tão célebre figura. Bocage era cultuado pela grande maioria de jovens, nobres e filantrópicos em toda a Europa, inclusive por muitos reis, príncipes, princesas e rainhas.

No entanto a Igreja, para demonstrar que as heresias de Bocage não poderiam passar sem punição, manteve-o interno por muitos anos, em um monastério, onde era submetido aos dogmas e ensinamentos da Igreja.

Bocage nunca fora herege. Mas naqueles tempos, qualquer bocejar contra os dogmas sociais, políticos ou religiosos era punido com a fogueira. Tanto queimavam-se os livros, quanto seus escritores.

Bom... Creio que me empolguei. Era desejo apenas uma apresentação do soneto Incultas Produções da Mocidade, e acabei dando conta de um fragmento da vida de Bocage.

Mas talvez tenha sido bem colocado aqui, a perseguição que sofrera Bocage. Inclusive em face da tortura psicológica a que fôra submetido, e que se pode perceber, claramente, pelos dois predicativos que rodeiam o substantivo do seu soneto de apresentação do livro Sonetos e que, aos censores servia como uma confissão de arrependimento de suas produções auto-reconhecidas imaturas e incultas.

Lêdo engano dirigido a burlar os censores da Igreja. Na verdade o que o título comprova mesmo é a genialidade de Bocage. O corpo do soneto também. De todos os seus.

Logo, imperioso registrar aqui ao amigo leitor, o célebre soneto. A um só tempo enganador da censura e cultuador da sátira, a demonstrar, antes de tudo, toda a grandiosidade da obra de Bocage, e a sua genialidade.


 
Vêde, amigo leitor, se o que descrevi acima encaixa-se ou não com o brilhante soneto de Bocage.


Incultas Produções da Mocidade
Bocage



"Incultas produções da mocidade
Exponho a vossos olhos, ó leitores;
Vede-as com mágoa, vede-as com piedade;
Que elas buscam piedade, e não louvores;

Ponderai da Fortuna a variedade
Nos meus suspiros, lágrimas e amores;
Notai dos males seus a imensidade,
A curta duração dos seus favores;

E se entre versos mil de sentimento
Encontrardes alguns, cuja aparência
Indique festival contentamento,

Crede, ó mortais, que foram com violência
Escritos pela mão do Fingimento,
Cantados pela voz da Dependência.
"
Bocage

 

 



Então, amigos, alguém poderá dizer que Sonetos, de Bocage, antes de expor todo o cerne e estilo de suas produções, também não expôs sua vida?

Bocage, Bocage, Bocage...
Tres vezes Salve, Salve...
Salve Bocage.
Lustato Tenterrara




 


Fragmento de Imagine
Author:  John Lennon
Tradução, Adaptação, Versão: Lustato Tenterrara

Imagine todas as pessoas
Partinhando todos os bens do mundo!

Você dirá, talvez: eu vivo a sonhar!
Mas eu não sou o único sonhador.

Matenho esperanças:
Um dia todos vocês, juntos, conosco.

E nesse dia
O mundo será uma só fraternidade.
Author: John Lennon Tradução, adaptação e versão by Lustato enterrara

Veja este, e mais outros vídeos, na videoteca geral da Rede Brasil Poesias
http://brasilpoesias.ning.com/video/2693092:Video:17973


e na videoteca da Rede Humanisme, mais vídeos ao estilo deste.

Vídeos Recentes da Rede Brasil Poesias Músicas e Relacionamentos NET

Subscreva nossos vídeos!
Vídeos Recentes da Rede Brasil Poesias Músicas Prosa Verso Poemas e Relacionamentos NET







 

Vídeos Recentes da Rede Brasil Poesias Músicas e Relacionamentos NET

Subscreva nossos vídeos!
Vídeos Recentes da Rede Brasil Poesias Músicas Prosa Verso Poemas e Relacionamentos NET

Amor e Poesias Messenger Love e Paixão


 





Faça aqui o download pdf simples do livro Sonetos e Outros Poemas, de Bocage
http://www.mediafire.com/?ghditoywwom
Cortesia de Poesia Expressão sa Alma, in
http://poesiaexpressaodaalma.blogspot.com/2009/03/livro-sonetos-e-outros-poemas-bocage.html


IDownload imagem das páginas, do livro Obras Poéticas de Bocage
http://ia311221.us.archive.org/1/items/obraspoticasde01bocauoft/obraspoticasde01bocauoft.pdf




Acesse este maravilhoso livro virtual


Lindo Livro Virtual:
http://www.archive.org/stream/obraspoticasde01bocauoft
Obras Poéticas, de Bocage
com 396 páginas
Link para download 16,93 MB
(em PDF, mesmo livro acima, porém não é formato livro virtual)
http://ia311221.us.archive.org/1/items/obraspoticasde01bocauoft/obraspoticasde01bocauoft.pdf

Pena que o dowload acima não tem o mesmo visual de livro, embora reproduza todas as mesmas páginas
Cortesia de http://www.archive.org/search.php?query=bocage



Vídeos Recentes da Rede Brasil Poesias Músicas e Relacionamentos NET

Vídeos Recentes da Rede Brasil Poesias Músicas Prosa Verso Poemas e Relacionamentos NET
Lustato Tenterrara



Este Site recomenda o Portal Literário Luso-Poemas
Website
Amor & Poesias Messenger Love & Passion
of Lustato Tenterrara

Veja mais conteúdo nesta mesma página, clicando SETA ABAIXO no seu teclado
Assine o FeedBurner dos Blogs-BP de todos os Membros da Rede Brasil Poesias


Passe o mouse aqui!
show all Subscribe options
Veja alguns de nossos posts neste blog. Você poderá gostar também desses:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin recomenda os seguintes posts:

Desde 2009 :: Postagens Mais Acessadas

Pesquisar neste Blog Oficial, Links direcionais ou Toda a Web