Google Translate

Google Search Brasil Poesias All Web

Google Connect

Google+ Followers

"Quando você ouvir a minha voz... Por favor, entenda..."

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Foto de TαιпαгαPєгєz no Orkut: Será que TαιпαгαPєгєz Existe? Muito Linda!

Nenhum comentário:

A gente anda, anda, e uma hora ou outra vê o quê? Uma Deusa, uma Afrodite!

Sei não... Essa menina TαιпαгαPєгєz é tão linda que deixa qualquer um desnorteado.

Sabedora de sua beleza sem par, adianta logo, nas primeiras linhas do seu perfil, que não é fake. É! Muitos -- diante dessa beleza toda -- já devem ter indagado. Por isso a "resposta" é a sua primeira frase, no seu perfil no Orkut.

Outra "uma" coisa que estranha, porém, é o seu álbum no orkut não ser bloqueado, para visualização apenas aos amigos. Não é que estranhe. É... É que se estranhe mesmo. Mas tenho cá p'ra mim que é apenas um "favor" que a Deusa Afrodite TαιпαгαPєгєz concede aos vassalos, plebeus e mortais.

E aqui, Alteza TαιпαгαPєгєz o nosso agradecimento especial...
E a nossa devoção eterna.

Um abraço e beijo.
Que Vossa Alteza TαιпαгαPєгєz tenha o Natal mais alegre de todos os seus Natais.

E que a Bonanza jamais se afaste de Vossa Alteza.

Bye.
Lustato Tenterrara

http://SidewikiGatasDoOrkut.blogspot.com
http://SidewikiPoesias.blogspot.com
http://SidewikiDeusasDaWeb.blogspot.com
http://BrasilPoesias.ning.com
http://www.lustatotenterrara.com

referente a:

"Comentário"
- orkut - fotos (ver no Google Sidewiki)

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Sobre o Poema Como Eu Te Amo?

Um comentário:

Fazer um Sidewiki de mim?

Mas é que tem uma frase, nesse poema que não parece uma criação terrena.

Quem sabe foi n'outros mares, ares, maresia que o meu "Eu Lírico" inventou de sair-se com essa-uma bela frase. Você clica por aí, em algum lugar...
Pronto, nesse link:
http://www.lustatotenterrara.com/visualizar.php?idt=1977757
que você acessa o poema completo.

Eu, de minha parte considero esse trecho que segue, uma essência, tipo Chanel n.º 5, ou tipo "um beijo de amor verdadeiro" do filme "Princesa Encantada", por sinal, excelente, p'ra quem ainda não viu. (mas não vá se animando, que o meu gosto é assim um tanto e meio eclético). Considero-o no mesmo nível de "Feitiço do Tempo", "O Céu Pode Esperar" ou Ghost (com Demi Moore e aquele belo exemplar masculino que já se foi esses dias - e que, p'ra variar, não lembro o nome - é homem, logo, explicado meu esquecimento).

Bom, aqui vai o fragmento (se tivesse só 140 caracteres, seria perfeito para o Twitter. Mas dá pra fazer dois twiters:

"Eu te amo assim
Entre o desejo e a devassidão."

"E entre o absurdo e o tudo o mais
eu te amo assim de um jeito
em que tudo o mais fica diminuto
e que só é grande o que vem de ti."

Só pode ter sido escrito por Antero Vaz de Andrade, esse grande Árcade da Literatura Contemporânea.

Abraço.
Lustato
Sidwiki Phrases
http://sidewikiphrases.blogspot.com/

SidewikiQuotes
http://sidewikiquotes.blogspot.com/

Sidewiki Movies
http://sidewikimovies.blogspot.com/

Sidewiki Filmes
http://sidewikifilmes.blogspot.com/

Sidewiki Frases
http://sidewikimovies.blogspot.com/

Sidewiki Poesias
http://sidewikipoesias.blogspot.com/

referente a:

"Entre o desejo e a devassidão.E entre o absurdo e o tudo o maiseu te amo assim de um jeito em que tudo o mais fica diminutoe que só é grande o que vem de ti."
- Como Eu Te Amo? (ver no Google Sidewiki)

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Google Sidewiki e ours Advertisers in ads, posted directional or Subliminal in our pages and publications and Free Donation (texto em inglês com tradução)

Nenhum comentário:

Texto em Inglês, com Tradução adiante:

Text in English, with Portuguese translation

Introductory:

I "here for me now finally" our group Lustato Tenterrara Dot Com is ending 2009 with great success and that 2010 will bring not only this confirmation, but also the realization that our work, especially after jan-2009 contributed greatly to integration have always wanted, our site Love & Poetry Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara with all blogs, networks, groups and virtual communities, to each other. As if they were several Musketeers to experience the famous phrase: "One for all; All for one!" Because that is how I sense our sites, networks and blogs.

Also in February I received a comment like this: "So this John Doe seems to be nonsense. For all only like you!". There were these words or grammatical accuracy smoother. Nor was addressed to me on any page of mine, although it was my name in place of John Doe. This critical realized several nuances. One was the concept of spam. I thank the commentator, so although I know, this was not your intention. The fact that it teaches is that it is also important: Even the sneers may be channeled to a firmer and more ethical.

Actually, not that John Doe wanted everything for itself. You may even want to. After all, I believe, this is the object and fight for all mankind: Winning again and again.

Good, but the truth is that we always wanted there to be a full integration between all our sites, blogs, web communities and networks. Of course I would love to chance rather than 400 members in the Brazil Network Poetry, we 500 thousand - or more.

Just as we would love our Orkut community, rather than 1500 members had one million five hundred thousand.

But this is unimportant for now. The reason for this article is crucial to reveal to you, dear reader, user friend, friend of our member networks, websites, communities and blogs, that after the struggle with learning HTML and some CSS nuances of language that I am still amazing (and I've learned Basic language, alone, in 1987, to operate a small miracle man, the mini-computer Expert, Gradiente, that well before computers XT, AT and step into PCs in Brazil). Ramblings. The truth is that today we are operating, altering, "customizing" blogs and websites and networks, without outside help. Some nuances that at first seemed insurmountable, as the implementation of horizontal menu, now seems childish. Transactions in software to deploy more columns on a blog, or deploy blogs with 1, 2, 3 or 4 columns, or with such variations on the same page, are finally due.

So this writing is to communicate to all that "before the cock crows, I" do not deny you three times. We are in full swing, up to speed on the sky of Brigadier (done in Minas Gerais) and will soon be linked, all our blogs, sites, networks and communities.

This mister an important ally now arises. I dare say that this ally will be the future of the Internet. After the advent of Google Sidewiki all sites and web pages can be interconnected by all users and Internet users. From now on everyone can comment on any webpage, even against the taste of their own owner. This is what we call web domination. The Internet now have only one Lord, Google Sidewiki. And many utilities can be considered, not merely the side note, as the literal translation of the term may seem. Actually Google Sidewiki came to be a partner of all web pages, especially those in your Owner know this new tool to use.

For those who do not know what it is, I advise you to learn about the subject. Google Sidewiki for now, is only available in Mozilla Firefox and Internet Explorer, provided they install the new toolbar from Google.

For those who want to enter now and now we have a page where we offer links to downloads of both Firefox and accessories, as Internet Explorer and Google Chrome, and of course also download the toolbar from Google, both as the Firefox browser and for Internet Explorer.

Simply enter downloads essential in any search engine and search the web you will

referente a:

"we are also providing our pages to advertisers or group of advertisers who wish to have ads, posted directional or subliminal in our pages and publications"
- Google Sidewiki Lustato Tenterrara Ponto Com: Apresentação: Amor & Poesias e Rede Brasil: Interligação de Sites: Por que você deve Anunciar conosco? Texto em Inglês com Tradução - Brasil Poesias Música Prosa Verso Poemas e Relacionamentos NET (ver no Google Sidewiki)

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Sobre Crepúsculo, o Filme

Nenhum comentário:

Eu ainda tô "por fora". Nem sabia o que é. Mas alguém aqui disse que tem "vampiros" e tal; e outro alguém, que todo mundo que está lendo, adora, por isso não entra na onda; outro ainda disse que pensou que não, mas leu e gostou.

Bom. Tendo vampiros, não me interessa. Pode até ser bom. Mas não tenho tempo para vampiros. Pelo menos no caso de livros. No entanto, vez que abristes este espaço, fui "curiar" no Google Crepúsculo Filme e pareceu-me que o filme é digerível. Talvez até mesmo bom. Uma superprodução -- no que deves ter razão ao mencionar "Malhação" da Globo -- com alto investimento, traillers que levarão milhões aos cinemas. Menina, vi que é uma saga, e que o primeiro filme foi lançado em 2008. E já deve haver seguidores, ninjas e fã-clubes. Fatalmente, um dia, o assistirei, na globo ou sky. Pena que o enredo seja vampirismo.

Magia ainda vai. Mas também (aqui confesso, mesmo que seja pecado) nunca li Harry Potter. E um dia já me arrependi desse fato vergonhoso. Foi há um ano, mais que menos, ao deleitar-me com uns escritos no blog Pseudo-Poesias
http://pseudo-poesia.blogspot.com
de uma amiga. (mas isso eu já confessei por lá). Quanto ao Harry, conheci-o esses dias, mas foi um dos filmes (e nem lembro o nome. Talvez tenha sido o primeiro, pois inicia num tempo em que nem Harry Potter sabia ainda que era um mago). Gostei. Se eu fosse criança ou adolescente teria amado, muito mesmo.

Ah! Mas tenho bastante tempo para um drink e para um pôr-do-sol. Aliás, para todos os pores-do-sol, O Principezinhos, planetas, asteróides, constelações... Em especial para o Asteróide B-612.

Interessante. Outro alguém disse que ainda não o leu. Nunca pensei nessa hipótese, de alguém crescer, sem ter lido "O Pequeno Príncipe". Fazer o quê? Néh? Tem gente que cresce sem ouvir Chico Buarque.

Um beijo.
Lustato Tenterrara
Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara
http://www.lustatotenterrara.com

PS.: Gostei do teu blog. O encontrei por mero acaso, no google, ao digitar -- no argumento de pesquisa -- uma frase de minha "Canção Desesperada". O nome era "O Meu Tudo É Querer Você" (mas autor tem dessas coisas de mudar algo, uma frase ou o título). Aproveitei o mote de Pablo Neruda e o republiquei com o título de "23 Foto-Poemas de Amor e Uma Canção Desesperada"
http://brasilpoesias.ning.com/profiles/blogs/23-fotopoemas-de-amor-e-uma

Comentário de Lustato Tenterrara
http://GreenPeaceBrasil.ning.com
no Blog A Mesma
http://flaviaguilherme.blogspot.com
de Flavia Guilherme.

referente a:

"O que eu acho de Crepúsculo e afins?Uma Malhação de produção cinematográfica."
- A mesma... (ver no Google Sidewiki)

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

O Meu Tudo é Querer Você by Lustato Tenterrara, Hagar-H e Gonzaguinha

Nenhum comentário:

Oi Princesa!
Gostoso mesmo néh?
Que bom que você gostou.

"Colorindo o mundo do jeito que eu amo"
"Nem que seja longe o amanhecer"
"Pouco importa o mundo ou os seus tesouros, se ness'existência eu não tiver você"
(Lustato Tenterrara, Hagar-H e Gonzaguinha)

Vc se importaria em colocar a autoria? (e a "fonte"), antes que comece a circular apócrifo.

Beijo.
Lustato
Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara

Sidewike Poesias
http://SidewikiPoesias.blogspot.com

referente a:

"quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 O meu tudo é querer você."
- A mesma...: O meu tudo é querer você. (ver no Google Sidewiki)

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Teus Olhos e Teus Segredos by Elmano Sandino

Nenhum comentário:

Perceba, caro leitor, esses dois excelentes poemas que brotaram no fecho dessa crônica:

"Por que me mostrastes teus olhos? Se não tinhas intenção de deixar-me olhá-los minha vida inteira?"
(Elmano Sandino)


"Por que me deixastes navegar em teus segredos, se tensionavas fechá-los, trancá-los num baú e escondê-los de mim?"
(Elmano Sandino)

O poeta Elmano Sandino é mesmo incorrigível.

Lustato Tenterrara

http://www.lustatotenterrara.com
Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara

Brasil Poesias
http://BrasilPoesias.ning.com

Nordeste Brasileiro
http://NordesteBrasileiro.ning.com

Sidewiki Google
http://SidewikiGoogle.blogspot.com/

The SideWiki Google
http://TheSidewikiGoogle.blogspot.com

referente a:

"Por que me mostrastes teus olhos? Se não tinhas intenção de deixar-me olhá-los minha vida inteira? Por que me deixastes navegar em teus segredos, se tensionavas fechá-los, trancá-los num baú e escondê-los de mim?"
- Sidewiki Google (ver no Google Sidewiki)

Sobre a crônica "A Respeito do Foto-Poema O Peixe", de Elmano Sandino

Nenhum comentário:

Nessa crônica o Autor tenta explicar o motivo da existência do seu poema "O Peixe", e praticamente não explica muito sobre o poema em si. No entanto dá uma dica de quem é a Musa Inspiradora e do porquê de misturar o tema do mal social com o mal de amor.

Nesta anotação sidewiki, especialmente ao final, a musa que o ler, saberá que é ela. Nada mais a discrição permitirá que eu fale (escreva).

Afinal, é interesante comentar um escrito de um heterônimo meu.

Será que 'ele' não sabe ou ouviu falar de uma célebre frase, da qual não me recordo agora a íntegra nem o autor, mas que diz em apertada síntese: A lembrança de um amor é superior a esse amor, e só é grande por que é uma lembrança do irreal e utópico.

Se houvesse a rotina desses dez anos, que ora já estão chegando a vinte, será que esse amor ainda seria assim, tamanho? O que você acha, Teresa? Natália? Jaqueline, Marcela? Verônica? Lilly?

Deveria Elmano Sandino passar vinte anos a guiar sua vida como se você estivesse dentro dela, onipresente? onipotente? inexovável?

Ah! Lilly, por que não me sais tu, de meus sonhos? Por que me mostrastes teus olhos? Se não tinhas intenção de deixar-me olhá-los minha vida inteira? Por que me deixastes navegar em teus segredos, se tensionavas fechá-los, trancá-los num baú e escondê-los de mim?
(Elmano Sandino)

http://www.lustatotenterrara.com
Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara

Brasil Poesias
http://BrasilPoesias.ning.com

Nordeste Brasileiro
http://NordesteBrasileiro.ning.com

Sidewiki Google
http://SidewikiGoogle.blogspot.com/

The SideWiki
http://TheSidewiki.blogspot.com

referente a: A Respeito do Foto-Poema O PEIXE, by Lustato (Prosa-Poética) - Brasil Poesias Música Prosa Verso Poemas e Relacionamentos NET (ver no Google Sidewiki)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Imagem do Mapa do Brasil sob a Ótica dos Paulistas

Nenhum comentário:

Excelente imagem do mapa do Brasil, colocando todo o nordeste como se fosse a Bahia; Minas Gerais, queijo; Centro-Oeste e Norte, só mato, etc.

Em que pese a piada não ser do agrado geral, face algum bairrismo localizado, foi o mapa realizado com muita arte e só pecou feio em relação ao Rio Grande do Sul, por tê-lo predicativado com extremo teor politicamente incorreto, embora haja tal boato em todo o Brasil, mas creio, apenas em face da grande discrepância cultural (talvez inveja), pois o Rio Grande do Sul é quase como se fosse um outro país, tão diferente do resto do Brasil. Mas é essa diversidade mesma que concede ao Brasil o seu segredo maravilhoso de felicidade. Adiante, o meu comentário ao aludido mapa, que será reproduzido no nosso blog Sidewiki do Google.
http://sidewikigoogle.blogspot.com

"Só mesmo piada. Mas é mesmo a pura realidade. Eu já morei no Brasil quase todo. E é verdade que a partir da Bahia, só há baianos. Quando morei no Rio, alguns pestinha da escola me chamavam de baiano; quando morei em Recife, carioca. Houve um tempo, anterior, quando morei no Piauí e Recife, que me chamava de paulista (e alguns, só por sacanagem, por causa do 'pau'lista. Bom. Na verdade eu sou paulistano. Muito orgulho. Paulista e Paulistano. Não é pra todo mundo não. Mas tem um problema: Adoro o nordeste, as praias do nordeste são bem superiores em beleza virginal (aliás a única coisa virgem que se acha no Brasil são as praias do Delta do Parnaíba: Único Delta em Mar Aberto das Américas e o único VIRGEM de toda a Via-Láctea (pois o outro único que existe é o do Rio Nilo, e nele há mais de 5 mil anos antes de cristo já havia gente poluindo e lama decorrente das enchentes do Nilo). Então, se você quer andar numa praia que não tenha nenhuma marca de passos, pegadas, etc, é vir aqui no Delta do Parnaíba. Clica no buscador do google e pede DELTA DO PARNAÍBA e clica no ícone imagens, pra você ver.
O Rio de Janeiro também é muito lindo. O verde das folhas do Rio, só existe lá. Um verde assim com cara de verde, forte, bonito mesmo. No Paraná tem sim muitas mulheres lindas e gostosas em Curitiba e Londrina eu vi muitas mesmo. Curitiba merece um Oscar pela "limpeza" da cidade. Creio que nem na Europa exista cidade tão educada e consciente. Só vi um problema: face o frio, quase todo mundo lá, fuma, como se fosse o resto do Brasil há uns vinte anos quando era hábito da maioria. Hoje, no resto do mundo, quase ninguém mais fuma de hábito como antigamente. Outro problema que vi, foram muitas minas assumidas. Mas isso é com elas, embora dê assim uma pena, pois eu sei que elas (e eles) estão perdendo muito mais prazer.
Bom! Na verdade eu acho o Brasil todo a coisa mais maravilhosa. Muita riqueza, muita diversidade, muitos costumes. Ah! E concordo com todos os comentários anteriores, mesmo os que são antagônicos entre si, ou contrários ao meu. Todos têm razão. O melhor mesmo é isso. Todo mundo tem razão. Brigue pela sua."

Um abraço.
Lustato Tenterrara
http://www.lustatotenterrara.com
Este comentário será publicado no novo sistema Google Sidewiki
http://www.google.com/profiles/Lustato?hl=pt-BR#sidewiki
referendando este blog.

referente a:

"Mapa visto por paulista"
- Mapa visto por paulista « onDICA (ver no Google Sidewiki)

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Projeto Esperança Animal

Nenhum comentário:

Excelente site de conscientização sobre o tratamento de animais, defesa e os direitos da Fauna e do Meio Ambiente.

Este artigo eu recomendo.

Acesse:
http://www.pea.org.br/crueldade/circos/index.htm

E siga as orientações.

Se possível, divulgue entre seus amigos.

Abraço.
Lustato

http://www.lustatotenterrara.com
Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara

referente a:

"A principal missão da PEA é a educação e a conscientização da população sobre a defesa e os direitos da Fauna e do Meio Ambiente em geral. Especificamente quanto ao combate à utilização e exploração de animais em circos, a PEA vem se aproximando de políticos preocupados com o problema, apoiando projetos de lei que proíbam o uso de animais em circos em todos os municípios brasileiros, realizando campanhas de conscientizando junto à população, e incentivando a reflexão sobre o assunto por parte da opinião pública. A sociedade tem demonstrado muita receptividade com a idéia de abolir a utilização de animais em circos. Quando as pessoas tomam conhecimento dos bastidores dos espetáculos, passam imediatamente a questionar sobre o direito e a necessidade de se manter animais enjaulados e acorrentados por toda a vida."
- PEA - www.pea.org.br - Projeto Esperança Animal (ver no Google Sidewiki)

Um Artigo Equivocado na Essência: Animais São Submetidos a Maus-Tratos na "domesticação" de Tarefas Anti-Naturais

Nenhum comentário:

O articulista defende uso de animais doméstcos em circo, porém não atenta que a domesticação de animais para atuação anti-natural jamais é conseguida sem o uso de violência e tratamento estressante ao animal. Onde você poderia pensar que um cachorrinho poodle gostaria de pedalar uma bicicleta ou montar num pônei?

Melhor faria o articulista em adotar os procedimentos e conselhos do Projeto Esperança Animal, no link
http://www.pea.org.br/crueldade/circos/index.htm
pois estaria direcionando o seu poder de mídia para o rumo certo.

Esperemos que alguém desse site do Jornal Alô Brasília perceba o desatino desse artigo.

Atenciosamente,
Lustato Tenterratra
http://www.lustatotenterrara.com
Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara


__________________
__________________

Adiante, um pequeno introdutório do site Projeto Esperança Animal
http://www.pea.org.br/crueldade/circos/index.htm

"A principal missão da PEA é a educação e a conscientização da população sobre a defesa e os direitos da Fauna e do Meio Ambiente em geral. Especificamente quanto ao combate à utilização e exploração de animais em circos, a PEA vem se aproximando de políticos preocupados com o problema, apoiando projetos de lei que proíbam o uso de animais em circos em todos os municípios brasileiros, realizando campanhas de conscientizando junto à população, e incentivando a reflexão sobre o assunto por parte da opinião pública. A sociedade tem demonstrado muita receptividade com a idéia de abolir a utilização de animais em circos. Quando as pessoas tomam conhecimento dos bastidores dos espetáculos, passam imediatamente a questionar sobre o direito e a necessidade de se manter animais enjaulados e acorrentados por toda a vida.

Há alguns anos eram mais de 3.500 circos com animais espalhados pelo Brasil, hoje, após anos de luta de entidades de proteção ao meio ambiente, esses circos estão se extinguindo. Não se sabe ao certo quantos animais ainda são mantidos neste tipo de cárcere.

Ao invés de proibir por que não implanta-se um órgão fiscalizar de animais em circo? Ora, isso seria como implantar um órgão oficial de fiscalização ao trabalho escravo. Não podemos admitir essa exploração comercial de seres vivos aprisionados.

Substituir animais por arte é uma tendência mundial e irreversível. Cada animal utilizado em circo significa um emprego a menos, um artista desempregado, um malabarista no farol das grandes cidades, e um animal escravizado e condenado a viver pelo resto da vida enjaulado e sendo obrigado a desempenhar um papel completamente incompatível com sua natureza. Ao proibir o uso de animais, mais oportunidades de empregos para artistas humanos de talento inquestionável serão criadas, a diversão continua garantida e a sociedade será mais justa, visto que o exemplo dado às crianças será de esforço e superação humana, e não mais de exploração e dominação pela força. Alguns dos melhores e mais respeitados circos do mundo, como o nacional Circo Spacial e o canadense Cirque du Soleil, não utilizam animais em seus números, e são exemplos de que a verdadeira arte vai muito além da imaginação.

Para incentivar a proibição do uso de animais em circos, os pais e crianças devem boicotar os circos que mantém espetáculos com animais. Os pais devem mostrar arte e cultura ao invés de exploração, grades, correntes e chicotes. Devem ensinar seus filhos a construírem uma sociedade que respeite a natureza. Vale salientar que nenhuma criança gosta de ver um animal sofrendo. Toda criança que teve a oportunidade de ver a foto de um animal maltratado em circo abominou a hipótese de presenciar um espetáculo envolvendo animais. Portanto, antes de levar seu filho a um circo, certifique-se de que não são utilizados animais.

Alguns municípios já proibiram o uso de animais em circos. Porém, é muito importante a participação da sociedade. Qualquer pessoa pode colaborar denunciando qualquer tipo de maus tratos e abusos. A denúncia é um ato de cidadania

referente a:

"Foi grande a reação negativa da imprensa e da população em geral contra o circo ´´Le Cirque``, por ter se apresentado em Brasília com um grande número de animais selvagens, como leões, rinoceronte, girafa, elefantes e outros, todos submetidos a tratamento cruel e espécies domésticas como cães e cavalos( pôneis). É justo que não se permita a exibição de animais selvagens, chicoteados e sedados, além de terem suas presas, unhas e dentes arrancados. Porém, a exibição de cães como poodle, montados em pôneis, deve ser permitido para alegria da garotada. Há em todo o ramo da atividade humana um verdadeiro conflito entre os ambientalistas e os racionalistas. Os primeiros são sempre contrários a qualquer ação do homem sobre a natureza; os segundos, discordando disso, defendem uma postura a favor de um mundo mais sujeito às novas tecnologias."
- Jornal Alô Brasília (ver no Google Sidewiki)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Bielle Carvalho de Melo Tenterrara: A Princesa do Mundo que é Encantado das Histórias e o Meu Quintal (Bielle Tenterrara)

Nenhum comentário:










Bielle, a Princesa do Mundo que é Encantado das Histórias
(Bielle Carvalho de Melo Tenterrara)





*************************




*************************



Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara


 






A Princesa do Mundo
que é Encantado das Histórias
e o Meu Quintal
Com 5 anos de idade, dezembro de 2009


Prefácio de Lustato Tenterrara:
Ontem em nosso quintal, houve uma festa muito bonita.
Minha irmã Rosana, em um trabalho filantrópico,
angariou cerca de uns 300 presentes
para distribuição entre as crianças carentes cadastradas na Paróquia da Vermelha.

No quintal, além do parquinho infantil fixo, com balanços, roda-roda, e aquele que só brinca se for em par: uma criança sobe de um lado e a outra criança desce do outro, sobe-e-desce, e da casinha de madeira com escorregas, cordas, balanços e outros troços, foi encomendado, por aluguel, mais alguns brinquedos de festa infantil (aquelas casinhas e escorregas de plástico ou fibra de vidro – sei lá – e, o mais animado e concorrido, um pula-pula – aquelas redes de pular, rolar, etc).

Ainda pela manhã, muitos preparativos, embrulho dos presentes, laços para diferenciar brinquedos que eram p'ra meninos, dos que eram p'ra meninas.

Da janela de minha suíte, observava tudo. Mais ouvia, que observava. Já disse em algum outro artigo – e repito – meu outro nome é Ermitão. Mas, também, estou acamado há umas 36 horas, decorrente de um mal-estar gripal ou coisa assim.

Parecia um Jardim do Éden. Crianças brincando soltas, banhando na piscina infantil e na cascata de água corrente (do Rio Parnaíba, que passa aqui em frente).

Minha Princesa Bielle brincou bastante. Muitos amiguinhos dela, da escola, e priminhos e priminhas compareceram aqui em casa. Hoje de manhã, nossa Princesa cantarolava uma musicazinha, de sua autoria, num ritmo cadenciado interessante.

Vez que digito 30 mil caracteres em uma hora (5 caracteres por segundo), quando quero, ou quando disputo velocidade com algum desavisado, foi-me fácil digitar toda a letra, em que pese a melodia, o tom, ou o ritmo e volume ficarem perdidos, pois daqui a alguns dias dificilmente lembraremos a exata cadência da música. Talvez eu consiga, num momento de descontração, gravar um vídeo, ou o áudio, quando ela resolver cantar novamente.

Mas o certo é que, na sua visão infantil, ontem não estavam aqui somente crianças. Havia também muitas Fadas, Princesas e todo o mundo mágico encantado das crianças.

Lanço adiante, aos olhos do leitor, a belíssima letra, com composição e melodia da Princesa Bielle. Adianto-lhe, caro leitor, que não corrigi uma única palavra. Nem concordâncias verbo-nominais, nem pronomes, tanto é que deixei intacto o termo verbal "veio", o qual, além de muito repetido e - algumas vezes – discordante dos mandamentos da gramática, a exigir "vieram" em um ou outro momento.

No entanto, lembrando um dito de Luís Fernando Veríssimo quando garantiu que a gramática é o idioma das múmias; e, também, em face do método educacional proposto para nossa Princesa, onde foi-nos orientado não apontar erros, nem apagá-los, para não ocorrer qualquer nuance de desestímulo, e fazer festa nos acertos (e até nos erros gramaticais, mas sem apontar erros), passo adiante a bruta forma, com as mesmas palavras pronunciadas pela nossa Princesa Bielle, atualmente com cinco anos de idade, e leitura fluente e que - quando contava apenas dois anos de idade – já nos surpreendera com a leitura da palavra ovo, que apontou-nos num outdoor onde estava escrito Novo Empreendimento Tal e Tal: " - Veja papai: Alí dentro daquela palavra tem a palavra ovo, de ovinho, que a Gabriella gosta!")
Registros de Magia e Encantamentos, by Lustato Tenterrara


A Princesa do Mundo
que é Encantado das Histórias
e o Meu Quintal
Com 5 anos de idade, dezembro de 2009


Era uma vez
três vez vez
uma casinha
zinzinzinha

Era muito linda!

Perto dela
tinha tinha tinha
um matinho e uma árvore

e, e, e
tinha tinha tinha
um monte de galhos
naquela árvore

e, e, e
também tinha
em cima dos galhos
tinha um ninho de passarinhos

O passarinho estava dormindo
e escondeu seus ovinhos
bem guardadinhos

E aí
também tinha
perto daquela casa
um matinho embaixo

e também
minhas amigas.

Veio todas as minhas amigas
para minha casa
e fomos brincar
lá dentro da minha casa
e no quintal
e brincar
com os coelhos
mãe e filha

Você sabe quem é que veio?

Veio a Maria Laura
e a Maria Carolina
e também a Giovana,
a Amanda, o Zé Carlos
a Sofia, o irmão da Sofia,
brincar comigo.

E a Carolina também veio.

E você sabe quem é que veio também?
A Isabele,
a Gabriella Galvão

E perto da árvore já estava pra chover
e veio o barulho do trovão e do raio, muito.

E choveu muito
Mas parou na mesma hora
e a gente brincou aqui em casa

E depois que terminou de chover
Três borboletas
e o Arco-Íris.

É muito muito muito bom
ter uma coelhinha.

Girafa não pode ficar em casa.
Só no zoológico
porque ela tem o pescoço comprido

E veio o gavião, a capivara, o coelho.

A gente ficou muito feliz
muito muito feliz
muito muito feliz.

E veio, você não sabe o que que veio?

Uma coisa muito legal
Era um cavalo? Você não sabe o que era?
Era um burro e um pónei

A Princesa do Mundo
que é Encantado das Histórias
A Princesa Branca de Neve
E a Bela Adormecida
A Princesa Branca de Neve
E a Bela Adormecida
E o Chapeuzinho Vermelho

Veio Veio a Cinderela
A Branca de Neve
A Bela Adormecida
A Aurora.

Cinderela muito bela
Branca de Neve, muito branca

Aí também
ficou bonito o mundo
cheio de magias
todas as princesas vieram brincar com a gente

Até veio a Pequena Sereia
e ela se transformou numa princesa sem calda
que o pai dela transformou ela

Tem um monte de Pó da Certeza
Um monte de brilho

A Cinderela
não veio com aquela roupa de empregada
veio com o vestido do baile... Azul.

E fomos brincar com todo o mundo que veio

Todas as Princesas, até a Morgana.

Borboletas tinha demais.

Até a Hello Kitty veio brincar,
e a Minie.

Veio Rapunzel, Peter Pan
e também a Sininho
a Gabriela que é uma fadinha.

É muito bom.
Veio a turma de fadinhas,
Veio a Brum, que é uma fada
e a Flora e a Estela.

Veio brincar.
Todas as flores nasceram,
todas as flores nasceram.

Tava muito lindo!

Veio sabe quem?
Você sabe quem veio?

É do Castelo de Diamante.

Veio a Bia,
e também veio a Flora.

Veio todo mundo.
Veio todas as Princesas brincar

Suas amigas do Castelo de Diamante
A Liana e a Aléxia também,
A Liana e a Alexia também ,
e a Melody
e  sua melhor amiga.
Em 07 de dezembro de 2009



Bielle Tenterrara, Mundo Encantado, histórias infantis, conto de fadas, Lustato, prefácios













*************************





domingo, 6 de dezembro de 2009

Da Poética em Vinicius de Moraes no poema "Eu Quero a Mulher Que Passa"

Nenhum comentário:

Da poética em Vinicius de Moraes ninguém duvide. Sonetista apaixonado e apaixonante. Danusa Leão, em seu livro "Quase Tudo" revela os bastidores da vida de Vinicius de Moraes. Nada que já não se soubesse. Referi, apenas, por que chamou a lembrança.
Vinicius como sempre apaixonado ao extremo. Quando não estava enclausurado vivendo uma paixão, estava pelos bares e calçadas procurando uma nova paixão.
Este poema bem reflete o estado sempre apaixonado de Vinicius.
"Meu Deus! Eu quero a mulher que passa". Sinta o lirismo, a busca errante.
Várias leituras se pode inferir. Perceba a mudança verbo-pronominal impecável. Ora a mulher que passa é "ela", terceira pessoa do singular; ora a mulher que passa é "tu", segunda pessoa do singular. Vinicius alterna tais nuances no decorrer do poema, findando na terceira pessoa do singular, representando a ausência e a distância do ser amado, no entanto, o poema é leve, como se fosse uma brincadeira, um exercício literário. Perceba, na estrofe final, no primeiro verso, o trocadilho: "Que fica e passa" com "que pacifica". E continua, agora, sério a constatar o inexorável: "Que tanto é pura como devassa! // Que bóia leve como a cortiça;", findando com o que poderíamos dizer, num verso cínico: // "E tem raízes com a fumaça."

Cremos que Vinicius utilizou-se desse poema referindo-se aos seus amores já passados, findos, acabados, replicando a sua paixão duradoura -- ainda -- com a efemeridade das paixões femininas. Ter "raízes como a fumaça" é um fecho perfeito a comprovar nossa assertiva.
(Lustato Tenterrara)

http://www.lustatotenterrara.com
Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara

e http://BrasilPoesias.ning.com
Brasil Poesias Rede de Músicas Prosa Verso Poemas e Relacionamentos

referente a:

"A Mulher Que Passa Vinicius de Moraes http://brasilpoesias.ning.com/group/Vinicius "Meu Deus, eu quero a mulher que passa. Seu dorso frio é um campo de lírios, Tem sete cores nos seus cabelos, Sete esperanças na boca fresca! Oh! como és linda, mulher que passas. Que me sacias e suplicias Dentro das noites, dentro dos dias! Teus sentimentos são poesia; Teus sofrimentos, melancolia. Teus pelos leves são relva boa Fresca e macia. Teus belos braços são cisnes mansos Longe das vozes da ventania. Meu Deus, eu quero a mulher que passa! Como te adoro, mulher que passas! Que vens e passas, que me sacias: Dentro das noites, dentro dos dias! Por que me faltas, se te procuro? Por que me odeias quando te juro Que te perdia se me encontravas E me encontrava se te perdias? Por que não voltas, mulher que passas? Por que não enches a minha vida? Por que não voltas, mulher querida, Sempre perdida, nunca encontrada? Por que não voltas à minha vida, Para o que sofro não ser desgraça? Meu Deus, eu quero a mulher que passa! Eu quero-a agora, sem mais demora. A minha amada mulher que passa! Que fica e passa, que pacifica; Que é tanto pura como devassa! Que bóia leve como a cortiça; E tem raízes como a fumaça." Vinicius de Moraes http://brasilpoesias.ning.com/group/Vinicius"
- Meu Deus Como Eu Quero a Mulher que Passa by Lustato Tenterrara et "Eu Quero a Mulher que Passa" by Vinicius de Moraes - Brasil Poesias Música Prosa Verso Poemas e Relacionamentos NET (ver no Google Sidewiki)

sábado, 5 de dezembro de 2009

Meus Pensamentos na História/Geografia da Rua Grajaú, n.º 33, Grajaú, Rio de Janeiro, Brasil

Nenhum comentário:

Hoje, segundo o Google Maps, o número 33 da Rua Grajaú, RJ, abriga a Creche Escola Tagarelando, a cerca de um quilômetro do Shopping Iguatemi.

Na minha memória, o n.º 33 é uma vila. Hoje teria o nome de condomínio fechado residencial: Uma fileira com cerca de 7 a 9 residências, de frente a outra fileira similar, com uma área de uso comum entre as duas fileiras, com cerca de 10 a 20 metros de largura.

As casas, estilo classe média B ou C, piso de tacos, janela com parapeito integrado a um pequeno espaço onde florava umas flores pequeninas, de cor rosa-avermelhada, dispostas em um caule espinhoso, guarnecendo as janelas junto ao pátio de uso comum. A imagem dessa planta florida e espinhosa no parapeito das nossas janelas, é o meu pensamento mais vivo, ao relembrar nosso viver naquela vila.

O cheiro do Rio de Janeiro, daqueles tempos, era sempre um cheiro agradável, novo, com toques florais. brisa leve. Nenhuma favela existia. Creio que nem mesmo esse nome, favela. Deve ser um neologismo inventado depois do nosso conviver agradável. Que o bairro do Grajaú é agradável, isso até hoje, mesmo com as favelas sufocando-o.

Bom, mas o ar era especial. Eu era criança. A novidade da transmissão a cores na televisão despertava o nosso olhar. Manda Chuva, Os Flintstones e a Pantera Cor-de-Rosa (esta em horário nobre, cinco minutos antes do Jornal Nacional), eram as únicas melhores atrações. Também estava nascendo o Jornal Hoje, muito bem elaborado, já àquele tempo. A novela, em branco-e-preto, era Selva de Pedra. Os saudosos Carlos Eduardo Dolabela e Dina Sfat faziam dupla em um núcleo antígono ao casal formado por Regina Duarte e Francisco Cuoco.

Nossa vida resumia-se em estudar. Papai, recentemente retornado de um curso postal em Costa Rica (Único representante do Brasil, selecionado em teste-concurso de apenas uma vaga), estava sendo massacrado nos Correios, à época comandado por um general. Nós éramos crianças. Não sabíamos de nada desses acontecimentos e, nos fins-de-semana, praias. No início no Aterro do Flamengo. Depois Ipanema, Copacabana e, ao final, sempre a Barra da Tijuca, onde o trajeto, 'per si', já fazia parte do pacote de fim-de-semana.

Ao lado da nossa vila, existia um Supermercado Peg-Pag onde eu ia diariamente mais de não sei quantas vezes. Usávamos o Peg-Pag como se fosse a nossa dispensa de guardar mantimentos.

Os funcionários já nos conhecia. Tínhamos livre acesso, inclusive com direito a degustyação de frutas, notadamente banana-d'agua e uvas. Às vezes, lembro, passava horas lá dentro, olhando ou brincando na seção infantil.

Olhando o mapa do google, vê-se a Clínica Pediátrica Baby Help, na Rua Br. do Bom Retiro, onde àquele tempo existia uma Casas da Banha. Na mesma rua, do outro lado, descendo em direção ao ponto de ônibus próximo ao número 2723, existia uma padaria (talvez ainda exista), onde eu ia diariamente comprar uns dois litros de leite pasteurizado CCPL, tipo C, e pão-bengala.

O cheiro gostoso de todo aquele trecho, misturado com o da Banca de Revista que existia ao lado do Supermercado Peg-Pag, o sol ameno, inda hoje mantenho em minha memória olfativa.

A verdade é que as belezas naturais do Rio de Janeiro são excepcionais. O verde das plantas é um verde forte, brilhante, bem diverso do verde que existe em outras cidades e regiões.

Na vila, quase não havia amizade, pois os moradoes das outras casas ou passavam o dia fora ou o passavam trancados dentro de casa. Apenas uma vez, lembro, na pequena varanda de acesso à porta frontal das casas, passei uma manhã jogando Banco Imobiliário (ou War, não sei), com algumas outras crianças.

Não existia ainda a inflação que instalou-se alguns anos depois. Lembro bem que um litro de gasolina custava exatos 82 centavos - e eu, na ingenuidade de criança, lembro de haver pensado, um dia: "Por que não fica logo igual um litro a um cruzeiro (moeda na época)".

Mal sabíamos que a inflação chegaria por aqueles dias.

Assim, com nostalgia, relembro aqueles dias de minha infância. Co

referente a:

"R. Grajaú, 33 - GrajaúRio de Janeiro - RJ, 20561-140"
- Rua Grajaú 33 Grajaú, Rio de Janeiro - Google Maps (ver no Google Sidewiki)

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Art. 162, 282, 267, I CPC: Jurisprudência: AC 1.0027.06.082306/001 BETIM-MG SEGREDO DE JUSTIÇA - APELANTE A.M.M.G. APELADO A.J.G.F. RELATOR EXMO SR DES DÁRCIO LOPARDI MENDES - DOUTRINA NELSON NERY JUNIOR e ROSA MARIA DE ANDRADE NERY in CPC Comentado etPlus

Nenhum comentário:

"I - Preliminar de não conhecimento do recurso:

Cumpre examinar, inicialmente, a preliminar de não conhecimento do recurso alegada em contra-razões de apelação, sob o argumento de que não caberia o recurso de apelação e sim agravo de instrumento.

Todavia, o artigo 162 do Código de Processo Civil, ao dispor sobre os atos dos juizes é elucidativo ao dizer que "sentença é o ato pelo qual o juiz põe termo ao processo, decidindo ou não o mérito da causa" e "decisão interlocutória é o ato pelo qual o juiz, no curso do processo, resolve questão incidente".

Com efeito, a sentença pode ou não decidir o mérito da causa, e deve ser observado, para se aferir qual o recurso cabível, a finalidade do ato, o seu objetivo e sua conseqüência, como leciona Nelson Nery Júnior e Rosa Maria de Andrade Nery:

A pedra de toque estabelecida pelo CPC para classificar os pronunciamentos do juiz de primeiro grau é a finalidade do ato, seu objetivo, seu sentido teleológico, sua conseqüência. Se a finalidade do ato for extinguir o processo, será sentença; se seu objetivo for decidir, no curso do processo, sem extingui-lo, questão incidente, será decisão interlocutória; se sua finalidade for de apenas dar andamento ao processo, sem nada decidir, será despacho. Nenhum outro parâmetro anterior ao da lei, por mais importante e científico que seja, poderá ser utilizado para estabelecer a natureza e a espécie do pronunciamento judicial. O critério é fixado 'ex lege'. Toda e qualquer outra tentativa de classificação do pronunciamento do juiz que não se utilize do elemento teleológico deverá ser interpretada como sendo 'de lege ferenda'. (Código de Processo Civil Comentado e legislação Processual em Vigor, 4ª ed., ed. Revista dos tribunais, 1999, p. 643)

Na hipótese dos autos, o magistrado de primeiro grau reconheceu a inépcia da inicial e julgou extinto o processo sem julgamento do mérito, bem como fixou os honorários de sucumbência, conforme a regra do artigo 26 do Código de Processo Civil.

Nesse contexto, a finalidade do ato e sua conseqüência é a extinção do processo, cabendo, a meu ver, o recurso de apelação e não o agravo, como quer o apelado.

Isso posto, rejeito a preliminar.

Assim, conheço do recurso, pois presentes seus pressupostos legais de admissibilidade."

referente a:

"I - Preliminar de não conhecimento do recurso: Cumpre examinar, inicialmente, a preliminar de não conhecimento do recurso alegada em contra-razões de apelação, sob o argumento de que não caberia o recurso de apelação e sim agravo de instrumento. Todavia, o artigo 162 do Código de Processo Civil, ao dispor sobre os atos dos juizes é elucidativo ao dizer que "sentença é o ato pelo qual o juiz põe termo ao processo, decidindo ou não o mérito da causa" e "decisão interlocutória é o ato pelo qual o juiz, no curso do processo, resolve questão incidente". Com efeito, a sentença pode ou não decidir o mérito da causa, e deve ser observado, para se aferir qual o recurso cabível, a finalidade do ato, o seu objetivo e sua conseqüência, como leciona Nelson Nery Júnior e Rosa Maria de Andrade Nery: A pedra de toque estabelecida pelo CPC para classificar os pronunciamentos do juiz de primeiro grau é a finalidade do ato, seu objetivo, seu sentido teleológico, sua conseqüência. Se a finalidade do ato for extinguir o processo, será sentença; se seu objetivo for decidir, no curso do processo, sem extingui-lo, questão incidente, será decisão interlocutória; se sua finalidade for de apenas dar andamento ao processo, sem nada decidir, será despacho. Nenhum outro parâmetro anterior ao da lei, por mais importante e científico que seja, poderá ser utilizado para estabelecer a natureza e a espécie do pronunciamento judicial. O critério é fixado 'ex lege'. Toda e qualquer outra tentativa de classificação do pronunciamento do juiz que não se utilize do elemento teleológico deverá ser interpretada como sendo 'de lege ferenda'. (Código de Processo Civil Comentado e legislação Processual em Vigor, 4ª ed., ed. Revista dos tribunais, 1999, p. 643) Na hipótese dos autos, o magistrado de primeiro grau reconheceu a inépcia da inicial e julgou extinto o processo sem julgamento do mérito, bem como fixou os honorários de sucumbência, conforme a regra do artigo 26 do Código de Processo Civil. Nesse contexto, a finalidade do ato e sua conseqüência é a extinção do processo, cabendo, a meu ver, o recurso de apelação e não o agravo, como quer o apelado. Isso posto, rejeito a preliminar. Assim, conheço do recurso, pois presentes seus pressupostos legais de admissibilidade."
- Consulta à Jurisprudência - TJMG (ver no Google Sidewiki)

Veja alguns de nossos posts neste blog. Você poderá gostar também desses:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin recomenda os seguintes posts:

Desde 2009 :: Postagens Mais Acessadas

Pesquisar neste Blog Oficial, Links direcionais ou Toda a Web