Google Translate

Google Search Brasil Poesias All Web

Google Connect

Google+ Followers

"Quando você ouvir a minha voz... Por favor, entenda..."

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Excelente Poema, que inspirou-me.

Este poema, o trouxe de
http://amorizade.wordpress.com/category/weblogcompt/poemas-de-amor/
e o fiz, primeiro pelo nariz:


Gota de Orvalho, Calo.
(Elmano Sandino)

"(...) de mim não sei;
há dias que fujo e que me evado(...)"
segundo (ou antes que o primeiro)
apenas pelo teu nome, Jacky,
que de amores tantas dores, antes me deu
e que nunca se importou: " -- Será que doeu?"

Por isso, talvez,
ou por aquilo outro,
-- ora inconfessável aqui
ou neste poema --
onde "abrigo-me de ti" por alguns intantes.

E tudo voa, esvoaça-se ao vento,
ao tempo e à desesperança
por constatar passado o tempo
o tempo, o tempo, do teu amor em mim.

Assim vivo.
Assim respiro.
Como talvez o cair do orvalho, gota;
Ou, talvez, do orvalho, gota cair,
Caio aqui do meu lado, e calo.
(Elmano Sandino)



Lustato Tenterrara
http://bit.ly/nossarede
http://bit.ly/nossosite

referente a: Amorizade (ver no Google Sidewiki)
Veja alguns de nossos posts neste blog. Você poderá gostar também desses:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin recomenda os seguintes posts:

Desde 2009 :: Postagens Mais Acessadas

Pesquisar neste Blog Oficial, Links direcionais ou Toda a Web